Órgão de Tubos

Orgão de Tubos

O órgão de tubos da Igreja de São Tomás de Aquino foi construído pela empresa Pels & Van Leeuven, em 1971, na Holanda, sob o aconselhamento de B. Steinvoort e E. Koomam em cooperação com o arquiteto J. Heese.

Posteriormente, foi remodelado em 1993 e mantido pela empresa construtora que, em Julho de 2010, assegurou a sua desmontagem e a limpeza. Por sugestão do Sr. Amilcar Leitão, foi adquirido pela Paróquia de São Tomás de Aquino, através do organeiro e construtor, à Igreja Protestante Bankras Kostverlorenm em Amstelveen.

A montagem do órgão na Igreja de São Tomás de Aquino esteve a cargo dos organeiros Pedro e Beate Guimarães.

COMPOSIÇÃO FÓNICA DO ÓRGÃO DE TUBOS DA IGREJA DE SÃO TOMÁS DE AQUINO
Pels & Van Leeuven ano 1971

CARACTARÍSTICAS

Dois teclados e uma pedaleira
Quinze registos com puxadores
Transmissão pneumática
Afinação a temperamento igual: La 440 Hz

DISPOSIÇÃO

I Teclado - Principal

1- Prestant 8'
2- Roerfluit 8'
3- Octaaf 4'
4- Speefluit 2'
5- Mixtuur IV-V 1 1/3

I Teclado - Positivo

1- Holpijp 8'
2- Koppelfluit 4'
3- Prestant 2'
4- Kwint 1 1/3
5- Schalmei 8'
6- Tremulant

Pedal

1- Subbas 16'
2- Prestant 8'
3- Octaaf 4'
4- Fagot 16'

Acoplamentos

1- H.W. – Ped.
2- N.W. – Ped.
3- H.W. – H.W.